E lá estava…

2009_500-days-of-summer2_large

E era como se houvesse acontecido ontem, quando aconteceu- Eu escrevia no meu diário. A cada dia que se passava lá estava eu, tentando lutar contra a dor, tentando, sei lá qual parte esquecer, e dia a pós dia fazia o efeito contrario, ao invés de melhorar, eu piorava, tentava esquecer e não conviver, queria que não houvesse acontecido e não aceitar.

E naquele dia eu acordo não sabendo o que fazer, seguindo a rotina, de me olhar no espelho e ver se me si

nto melhor, mas, hoje não aconteceu isso. Então me troquei e fui ao colégio, sorrindo para todos, me sentei no fundo da sala, o professor falava e tudo o que eu fazia era desenhar no meu caderno de física quântica, que aparentemente estava vazio, agora entendo o por que de ficar em dependência naquela matéria.

Ao tocar do sinal, me levantei e saí, me chamaram para ir almoçar num restaurante no fim da rua, que por sinal é ótimo, mas resolvi não aceitar e ir na lanchonete mesmo, fui até lá e tudo o que tinha era uma lasanha velha ou batatas fritas, então claramente eu comi um prato de batatas e pedi outro pra viagem, nunca esperando que acontecesse naquele dia, mas, ao sair da lanchonete com o saco de batatas na mão me sentei num dos vários bancos que ficam no pátio aberto e lá estava o que me fazia sentir viva de novo, e foi ali que eu voltei a viver…

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s