Viva Hoje

E se os extraterrestres invadirem a terra e escravizarem a raça humana? E se um meteoro gigante cair no nosso planeta e explodir tudo? E se as calotas polares derreterem e todas as cidades acabarem inundadas? Sei lá… pode acontecer! A gente não sabe de nada. A única coisa que temos certeza é de que a nossa vida, de cada um de nós, algum dia vai acabar. O nosso mundo particular vai sumir. Nossa família, nossos amigos, nossa casa, nossos feitos, nossos sonhos e desejos… de um dia para o outro, tudo desaparece. Não dá pra saber quando isso vai acontecer. Se vai ser amanhã ou daqui 70 anos. Pode acontecer a qualquer minuto. Cada segundo que passa não volta mais. Eu quero é ter certeza de que cada dia da minha vida valeu, e não me consolar com um universo que pode nem existir. Não dá mais pra deixar pra amanhã! Eu vou ver as estrelas hoje, o nascer do sol na praia, vou me jogar no mar, nadar contra a corrente, e vou amar até o último segundo, sem segredos e desesperos. De vez em quando eu me esqueço do que realmente importa. Quase sempre minha mente tá ocupada se importando com coisas que, na verdade, só deveriam importar de vez em quando. Coisas bobas que me fazem feliz por alguns minutos, e depois passam. Sei lá… comprar aquela peça de roupa que tá na moda e você acha que PRECISA ter ou sua vida não vai ser a mesma, ter o celular mais legal do momento,  perder muito tempo de felicidade com coisas que não vão trazer mais felicidade! Quero passar mais tempo viajando, cuidando do meu corpo, da minha mente, trabalhando por prazer, aprendendo sem querer, matando minhas curiosidades pouco a pouco, pensar no futuro, mas de uma forma que não prejudique o meu hoje! Curtindo com meus amigos na banheira de hidromassagem que vai ter na minha futura casa de praia na Grécia de frente pro mar (onde também vão ter golfinhos, massagistas e uma mesa com frutas frescas e outras comidas saudáveis e gostosas, hahaha). Tipo, será mesmo que vale a pena viver a vida sem viver? Só existindo, se arrastando, protelando a felicidade – e de alguma forma, desistindo dela. Vá viver! Vá fazer aquilo que nunca teve coragem! Vá dizer que ama aquele cara! Vá viver de forma sincera, sem segredos nem vergonhas. Vá mostrar para o mundo o que você é capaz! Vá ser você você, não importando que hora a festa vai acabar! Vá lutar pelos seus direitos, ter fé no que acredita, mudar o mundo de alguém, de forma em que ajude as pessoas! Mas vá sem pressa. Aprecie cada dia como você aprecia a última garfada do bolo que você mais gosta. Uma hora ele acaba, né? Mas que cada pedaço seja deliciosamente aproveitado – com direito a cereja no topo. (Quero que o mundo fique pequeno demais pra mim)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s